Palestra sobre torquímetros na escola IBMM

Ferramenta usada para apertar parafusos garante precisão do torque

Em São Paulo, a escola Ibmecmoto recebeu o técnico Edvaldo Bueno Júnior em uma palestra sobre torquímetros. Comandada pelo professor Rogerio Otani, mais conhecido como ‘China’, a escola oferece cursos de pilotagem para iniciantes, de motor, elétrica e de ciclística. “Esse contato direto com a marca é fundamental para nossos alunos, tanto para o iniciante, quanto para quem está aqui se especializando”, explica China. Para os alunos foi uma tarde de imersão com um especialista em ferramentas. “Palestra muito boa. Não conhecia outros tipos de torquímetros, apenas o convencional”, comentou Thales Battisti, engenheiro mecânico, de São Francisco de Paula, Rio grande do Sul.

A Gedore tem uma equipe de técnicos dedicados a atender fábricas, oficinas e escolas. A apresentação e treinamento em relação às ferramentas é um ponto forte da multinacional. O conhecimento técnico que a Gedore disponibiliza vem auxiliar o usuário a manusear uma ferramenta de alta qualidade e tecnologia. “Hoje falei especialmente sobre torquímetros que é uma ferramenta importantíssima de precisão. Nesse contato, os alunos têm a oportunidade de tirar dúvidas, conhecer a fundo o uso o produto e testá-lo. É extremamente relevante esse conhecimento para garantir o uso correto, a manutenção e a vida útil da ferramenta”, explica Edvaldo.

Na linha de torquímetros, a Gedore apresenta 12 tipos, cada um para uma necessidade. Ele é usado para ajustar precisamente o torque de um parafuso em uma porca. Com essa ferramenta não há dúvida se o parafuso teve o aperto correto ou não, e a precisão do torque é a garantia da eficiência. “Você utiliza essa ferramenta apenas para apertar o parafuso, nunca para afrouxar. De todos os tipos, o mais utilizado é o torquímetro de estalo, uma vez que a ferramenta emite um som de estalo indicando que o aperto foi suficiente”, salienta Edvaldo. A Gedore recomenda que os torquímetros sejam calibrados após 5.000 ciclos de trabalho, a cada seis meses, após queda ou choques violentos, após reparos e quando houver dúvida no resultado encontrado. Essa calibragem deve ser feita pelo laboratório Gedore, no Rio Grande do Sul. Conheça a linha completa de torquímetros no nosso catálogo online.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *